terça-feira, 26 de abril de 2011

S.O.S. PlayStation Network - Parte 2

 
Quase seis dias off-line e a empresa ainda não se manifestou

As más línguas dizem por aí que a PSN saiu do ar nesta última quinta-feira (21) para evitar fraudes e prejuízos. Após seis dias de paralisação e nenhuma justificativa plausível da parte da empresa, podemos perceber que os problemas encontrados pela Sony eram grandes e que necessitavam reescrever todo o código da rede para tapar os buracos.

A empresa até o momento não deu maiores detalhes sobre o ocorrido, que deixou milhares de usuários furiosos e inconsolados. No entanto, a Sony garantiu que em breve estará de volta a todo vapor e com muita energia.

Ontem um moderador do fórum PSX-Scene declarou ter informações preciosas. Segundo ele, a rede saiu do ar para que a Sony não ganhasse um rombo nos cofres. Conhecido na internet como chesh420, o rapaz usou o site de notícias sociais Reddit para dar alguns esclarecimentos.

Ele afirma que uma firmware customizada chamada Rebug foi liberada na rede em março e tinha capacidade de acessar a parte da PSN especifica para desenvolvedores. O curioso é que no início do mês de abril, esse firmware passou a ser usado por Hackers, e sites inconfiáveis começaram a publicar guias de como baixar certos conteúdos da PSN por meio da Rebug e cartões de créditos falsos.

“A tática envolve uma simples manipulação de URL que permite que qualquer dono de PS3, com as instruções corretas e esse firmware, consiga baixar games gratuitamente.” Conclui chesh420.

Por enquanto, tudo isso não passa de suposições, especulações sem fundamentos, teorias de usuários que se sentem deixados de lado sem direito à explicações e um posicionamento expressivo da Sony. Enquanto a empresa não se prontifica, as pessoas vão tirando suas próprias conclusões e, a equipe da revista Start Playstation fica ligada para transmitir em primeira mão as informações do mundo dos games e novidades sobre o problema causado na PSN.

Um comentário:

  1. Que porcaria de Hackers... Que confusão!

    ResponderExcluir